Chris Moneymaker

3 Nov

Não poderia ter nome mais apropriado o jogador principal responsável pelo boom que o poker sofreu em meados do novo milénio. Depois da vitória de MoneyMaker no Main Event das World Series of Poker de 2003, nada mais foi igual. O facto de um homem ter ficado milionário num torneio onde apenas pagou $39 para jogar (já que se apurou através de um satélite online), serviu como o principal factor de atracção do poker online.

MoneyMaker é o nome que a sua família adoptou quando chegou aos Estados Unidos, os seus antepassados germânicos cunhavam moedas, e tinham o apelido de fazedores de dinheiro.

A vitória de 2003 surgiu naquela que foi a sua primeira participação num grande torneio de poker ao vivo. Estreia que esteve perto de não acontecer, pois apesar de ter ganho a entrada na PokerStars, MoneyMaker não tinha dinheiro para a viagem e estadia em Las Vegas. Foi com a ajuda do pai e de um amigo que MoneyMaker conseguiu arranjar o dinheiro em falta.

Apesar de ser um estreante, MoneyMaker mostrou grande categoria nesse Main Event, sendo exemplo disso uma mão no heads-up com Sam Farha, em que após o river e sem um único par apenas com carta mais alta um Rei, fez bluff all-in, obrigando Farha a largar um par de noves.

Contrariando as opiniões de alguns peritos da praça MoneyMaker, viria tempos mais tarde a acabar um evento World Poker Tour na segunda posição, recebendo então mais $200,000.

Sendo um dos porta-vozes mais activos da PokerStars, MoneyMaker não deixa de lembrar em todas as suas intervenções a importância do estudo do poker, e todas as suas complexidades.

Chris lançou uma biografia em 2005, o livro de poker Moneymaker.