Dan Harrington

24 Fev

É acima de tudo reconhecido como o criador de alguns dos mais importantes livros sobre No-Limit Texas Hold’em do Mundo, mas Harrington é também ele um jogador de sucesso e dono de um marco histórico e até hoje irrepetível no poker actual.

Action Dan” nasceu em Cambridge no Estado de Massachusetts a 6 de Dezembro de 1945, e não se deixem enganar pelo seu apelido, pois Harrington é tido como um jogador conservador.

Foi aos 7 anos de idade que começou a jogar cartas, mais concretamente o jogo da Pesca. Em 1971 tornou-se o Campeão Estatal de Xadrez, desporto onde alcançou o Grau de Mestre, e tornou-se Campeão Nacional de BackGammon.

Enquanto na Universidade de Suffolk (onde cursou direito), Action Dan ia muitas vezes até à vizinha Harvard para jogar contra alguns dos nomes mais proeminentes da reputada Universidade, casos dos então anónimos Bill Gates e Paul Allen (os fundadores do império Microsoft).

Em termos profissionais foi durante anos advogado especializado em falências. Na década de 1980 era frequentador assíduo do popular Mayfair Club de Nova Iorque, onde tinha por parceiros de mesa nomes como Erik Seidel (jogador com quem partilhou a entrada no Poker Hall of Fame em Novembro de 2010), Steve Zolotow e Howard Lederer.

A sua primeira participação no Main Event das World Series of Poker deu-se em 1990 e Harrington alcançou um impressionante 6º lugar, pelo qual recebeu $43,700. Em 1995 conquistou a sua primeira bracelete World Series of Poker num torneio $2,500 No Limit Hold’em, parte dos $250,000 ganhos foram utilizados para o buy-in do Main Event ($10,000), torneio que também viria a ganhar, conquistando a sua segunda bracelete na mesma edição das WSOP.

Quando chegou à mesa final e depois de analisar as stacks dos finalistas e as suas possibilidades de ganhar o torneio, Harrington propôs um chop entre todos os 9 jogadores. Não foi aceite. Depois de terem sido eliminados 3 jogadores (com 6 ainda em jogo portanto), Dan que era o segundo jogador com mais fichas, propôs novo acordo. Os prémios em jogo suplantavam os $2,2 milhões e Dan tentou explicar que todos sairíam com dinheiro suficiente para viver uma boa vida, e ainda ofereceu a sua ajuda para investir o dinheiro. Uma vez mais a sua proposta não foi aceite. Como que envergando uma capa de justiceiro Harrington eliminou os 5 adversários e ficou com o primeiro prémio, no valor de $1 Milhão.

Se bem se lembram abrimos este texto dizendo que Harrington é “dono de um marco histórico e até hoje irrepetível no poker actual“. Esse marco consiste na presença em 3 mesas finais das WSOP na Era Moderna (se assim se pode dizer). Além da presença na mesa final de 1995 que conquistou, Harrington chegou ao último patamar no Main Event de 2003 e depois em 2004. Em ambas terminou no 4º lugar, sendo que na edição de 2004 o feito tem ainda mais relevância pois surgiu após o efeito Chris Moneymaker e a consequente explosão no número de jogadores nos eventos WSOP. Se em 2003 o Main Event contou com 839 jogadores no ano seguinte foram 2.576 participantes, o que fez com que o 4º lugar de Harrington fosse recompensado com $1,500,000, já Greg Raymer (o vencedor de 2004) recebeu $5,000,000.

Os jogadores mais novos quando ouvem Harrington de imediato lembram-se dos livros de poker Harrington on Hold’em, 3 livros que são considerados leitura obrigatória para qualquer jogador com aspirações neste desporto. Em 2007, já depois da edição dos 3 livros (que se deu em 2004) Harrington venceu mais um grande torneio, o World Poker Tour Legends of Poker no Bicycle Casino.

Se estiverem em Las Vegas e virem um senhor de idade com um chapéu dos Boston Red Sox a jogar poker, aproveitem o momento pois estarão perante uma das maiores figuras do poker de sempre – Dan Harrington.