Russ Hamilton

17 Dez

Em 1948 na cidade de Detroit no Estado do Michigan, nasceu Russ Hamilton, jogador profissional de poker que venceu o Main Event das World Series of Poker de 1994.

O Poker é um jogo de família nos Estados Unidos e por isso não espanta que Russ tenha começado a jogar com a tenra idade de 7 anos, contudo a decisão de se tornar profissional surgiu obviamente muito mais tarde. Russ seguiu os estudos e completou o Curso Universitário de Engenheiro de Electrónica.

Curiosamente foi após uma conversa com um ex-professor que Russ decidiu seguir a carreira de jogador profissional, pois concordaram que seria uma profissão muito mais rentável.

Em 1984 mudou-se para Las Vegas, então com 36 anos, Russ queria estar na capital Mundial do poker. Chegado à SinCity Russ juntou-se a uma equipa de profissionais de BlackJack, mas teve de abandonar a equipa pois os Casinos começaram a barrar a entrada destes jogadores em torneios.

Passados 10 anos de viver em Vegas, Russ inscreveu-se pela primeira vez num torneio das World Series of Poker. Escolheu um torneio de Pot Limit Omaha $1,500 e terminou no 7º lugar. Depois inscreveu-se num torneio de Pot Limit Omaha $2,500 e terminou no 4º lugar.

A 9 de Maio desse mesmo ano teve a decisão que mudou a sua vida para sempre. Registou-se no Main Event da 25ª Edição das WSOP, torneio que viria a ganhar após eliminar Hugh Vincent no heads-up. Pela vitória Russ recebeu $1,000,000 e ainda o seu peso em prata – prémio estimado em $26,000.

Russ tornou-se uma das vozes mais respeitadas do Poker Mundial, mas perdeu essa posição recentemente após o rebentar do escândalo dos Super-users na sala Ultimatebet.com, sala da qual é co-fundador. Contas especiais que davam aos seus detentores a possibilidade de ver as cartas dos adversários, desvirtuando assim o jogo de forma drástica. A investigação judicial concluiu que uma dessas contas Super-user estava ligada a Russ Hamilton.

Os jogadores lesados nesta falcatrua foram ressarcidos de todo o dinheiro perdido para as contas falsas e os advogados de Hamilton disseram que no final de todo este imbróglio será possível verificar que Hamilton nada teve a ver com o escândalo.