Chris Ferguson

7 Abr

É um dos rostos mais facilmente idenfiticado do Poker Mundial. A imagem de marca de Chris Ferguson são os longos cabelos e a barba, atributos físicos que lhe valem a alcunha de Jesus. A juntar a isso quase sempre anda de chapéu à cowboy e óculos de sol.

Chris nasceu em Los Angeles em 1963 e estava destinado a ser um pequeno génio da Matemática, já que tanto o pai como a mãe são doutorados na Ciência dos Números. O pai foi um pouco mais além e tirou uma especialização em Estatística e Teoria do Jogo sendo professor na Universidade da Califórnia. Ferguson especializou-se em Redes Virtuais de Algoritmos, o que se revelou essencial um pouco mais tarde na sua vida.

O poker surgiu na vida de Ferguson durante o liceu, quando aproveitava os fins de semana para jogar com os colegas de turma. O seu nível de jogo revelou ser superior aos dos seus amigos, e logo teve a ousadia de testar o seu jogo perante outros adversários. Enquanto estudava na Universidade participou em diversos torneios de $150 e $300, e foi já depois do curso tirado que decidiu tornar-se profissional de poker.

Apesar do curso Chris não se coibiu de participar nos maiores torneios de Poker do Mundo, as World Series of Poker e o World Poker Tour. Por isso não é de estranhar que apesar de apenas ter terminado o curso em 1999, a sua primeira aparição num evento WSOP tenha ocorrido em 1995, conseguindo nesse mesmo ano o seu primeiro ITM em eventos WSOP, ao terminar na 5ª posição um evento de $1,500 Seven Card Razz.

Com inúmeras vitórias na sua carreira, a sua primeira grande conquista (vitória num evento WSOP) surgiu em 2000. E logo aí tratou de conquistar duas braceletes WSOP, a primeira num evento de $2,500 Seven Card Stud, que lhe rendeu um prémio de $151,000 e a segunda e mais importante no Main Event. Nesse ano participaram 512 jogadores, e Chris recebeu $1,500,000 depois de derrotar outro grande nome do Poker Mundial – T.J. Cloutier – no duelo final.

Chris conquistou já, mais 3 braceletes, num total de 5, e é um dos jogadores com mais ITM’s em Eventos WSOP, com 60 resultados. Neste ranking particular é apenas ultrapassado por Phil Hellmuth e Men Nguyen. Para este total de Ferguson muito contribui uma rara capacidade que Ferguson tem, memória fotográfica.

Além da sua profícua carreira como jogador de Poker, um dos maiores contributos de Ferguson foi o desenvolvimento do software da sala de poker online Full Tilt Poker. Sendo um dos sócios fundadores, daquela que é hoje em dia uma das maiores salas de poker online do Mundo.

Sendo uma das vozes mais respeitadas do panorama mundial, Ferguson é muito procurado para colaborações em livros, onde se destaca o Phil Gordon’s Little Blue Book. Livro que fala de análise de mãos de No Limit Texas Hold’em.