Robert Varkonyi

6 Abr

A nacionalidade dos progenitores ajuda a explicar o apelido invulgar no nova-iorquino Robert Varkonyi. Os seus pais fugiram para os Estados Unidos da América após a implementação do regime comunista na Hungria. A viagem teve lugar em 1956 e 5 anos depois nasceria Robert.

Robert frequentou uma das mais respeitadas instituições de Ensino Mundiais, o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), onde aprendeu a jogar poker enquanto se formava em Administração e Informática.

A sua carreira profissional levou-o a passar 15 anos a trabalhar em Wall Street, onde desenvolveu sistemas informáticos para a administração das transacções comerciais e de dinheiro existentes no reputado mercado bolsista. Durante esses anos apurou o sentido competitivo, e na década de 90, começou a visitar com alguma frequência Las Vegas.

Em 2000 decidiu abandonar a extenuante profissão, e dedicar-se com mais afinco ao poker, participando num cada vez maior número de torneios, sendo já um jogador vencedor. A sua primeira experiência nas World Series of Poker teve lugar em 2001, num evento de $3,000 No Limit Hold’em, e não correu muito bem. Contudo no ano seguinte tudo mudaria de figura.

Robert inscreveu-se no Main Event, e acabaria por se tornar o vencedor. Pelo caminho fica a singular história com Phil Hellmuth, que após ter sido eliminado por Robert no Dia 3, afirmou que caso este vencesse o evento raparia o cabelo. Pois bem ao ver Robert derrotar Julian Gardner no duelo final, Hellmuth não se fez rogado e cortou o cabelo perante as câmaras da televisão. Ironia da questão é que a mesma mão responsável pela eliminação de Hellmuth (Dama Dez), foi a mão que deu a vitória a Robert no evento.